Boletim - Dezembro 2012

Fundação Energia e Saneamento

 
Memória
 

Os Jornais da Associação Desportiva Classista da Comgás

Acervo: Fundação Energia e Saneamento


Os jornais elaborados pelo grupo de funcionários da Associação Desportiva Classista (ADC) da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) compõem uma série de documentos que permitem acompanhar as transformações e os costumes de diferentes categorias de funcionários da Companhia. Os jornais "A Thezoura" (1938,1940-1943), "Gás - Clube" (1955/1956), "O Gasista" (1975/1976), "Jornal ADC Comgás" (1989/1992), "Teleclube" (1992) e "Registro Aberto" (1993/1998) trazem informações sobre o cotidiano de colaboradores dos setores administrativos da Comgás. Leia mais

Clique aqui para visualiar em PDF uma edição completa do Jornal "A Thezoura".


Destaque
Exposição retrata a presença do setor elétrico na paisagem Paulista

No dia 02 de janeiro, o Museu da Energia de São Paulo abrirá a mostra "Desenhos da Energia" - um panorama fotográfico que abordará questões relacionadas à interferência visual e presença na paisagem urbana de estruturas do processo de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, como postes e torres.

A mostra, idealizada pela Fundação Energia e Saneamento, ficará em cartaz no Museu da Energia de São Paulo até o dia 30 de junho de 2013.



Programação de férias na Rede Museu da Energia é marcada por atividades especiais e parcerias


Durante os meses de janeiro e fevereiro, o Museu da Energia de São Paulo e o Sesc Bom Retiro oferecem uma programação especial voltada para toda a família. A iniciativa faz parte do Projeto Sesc Verão 2013 e marca mais uma parceria entre as duas instituições.

As atividades, sempre aos domingos, incluem passeios históricos pelo bairro de Campos Elíseos e gincanas educativas. Mas a novidade do evento será o Espaço Saúde, montado no estacionamento do Museu da Energia de São Paulo, que oferecerá sessões de massagens e shiatsu. 


Programação de férias nos Museus

Outro destaque para os meses de janeiro e fevereiro é a programação de férias da Rede Museu da Energia. No período, os cinco museus oferecerão atividades voltadas para a garotada aproveitar as férias de verão, como oficinas, passeios, mostras, entre outras atrações.

Confira a programação completa no www.energiaesaneamento.org.br



Museu da Energia de Itu ganha Prêmio Darcy Ribeiro


Em novembro, o Museu da Energia de Itu,mantido pela Fundação Energia e Saneamento,ganhou o Prêmio Darcy Ribeiro 2012 por seu programa formação de público, cujo objetivo é disponibilizar a unidade museológica à comunidade educacional da cidade como uma ferramenta pedagógica não formal, capaz de construir a identidade cultural e o sentimento de pertencimento junto aos estudantes.

A premiação, criada pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), está em sua 5ª edição e contempla as práticas e iniciativas de educação museal que incentivem a apropriação do patrimônio cultural, valorizando-o e promovendo sua preservação.



Exposição sobre a Revolução de 32 teve temporada na Câmara Municipal de São Paulo


De 4 a 18 de dezembro, a mostra "1932, o Ano da Revolução Paulista", criada pela Fundação Energia e Saneamento a partir de seu acervo fotográfico, esteve em cartaz no saguão de entrada da Câmara Municipal de São Paulo.

Vários painéis com imagens de fatos e curiosidades sobre o mais importante levante paulista foram vistos por parlamentares, funcionários e visitantes da Câmara.

Desde a sua inauguração, em julho de 2012, a mostra já pôde ser vista pelos visitantes dos Museus da Energia de São Paulo e Itu.  Em 2013, o projeto passará por outras unidades do Museu e por estações do Metrô.


Compartilhando Histórias


50 Anos da Usina Hidrelétrica Jurumirim



Sala de Comando na Casa de Força. Usina Hidrelétrica Jurumirim. 1972. Acervo Fundação Energia e Saneamento


Em 15 de dezembro, Jurumirim, usina de grande importância para a história do setor energético brasileiro, completou 50 anos de funcionamento. A empreitada, que teve início em 1956 pela USELPA (Usinas Elétricas do Paranapanema), demorou seis anos para ser concluída. A obra fazia parte do Plano Nacional de Eletrificação: seu principal objetivo era interligar regiões de fornecimento de energia por meio de sistemas de transmissão para evitar racionamentos nos períodos de seca, e estender o fornecimento de luz elétrica além dos grandes centros urbanos.

Na época, a construção da usina e de outras interligadas a ela, como a UHE Salto Grande e UHE Itararé, foram um marco para o setor por serem iniciativa do Estado, com o apoio do Governo Federal.




Fachada da Sede Administrativa. Usina Hidrelétrica Jurumirim. 1972. Acervo Fundação Energia e Saneamento.



Tomada aérea da Barragem e Casa de Força. Usina Hidrelétrica Jurumirim.1972. Acervo Fundação Energia e Saneamento
 

Nossos mantenedores:


Corpo Editorial: Carolina Campos, Isabel Felix, Mariana Rolim, Michele Carvalho e Raquel Lucat

Textos "Os Jornais da Associação Desportiva Classista da Comgás" e 50 Anos da Usina Hidrelétrica Jurumirim :
Andréia Francisco dos Reis Gonzaga /Bianca Grazini Dela Coleta (estagiária do Núcleo de Documentação e Pesquisa da Fundação Energia e Saneamento

Copyright © 2012 Fundação Energia e Saneamento. Todos os direitos reservados.

Política Anti-SPAM: Em respeito a você, caso não queira mais receber nossas Mensagens
Eletrônicas clique aqui e envie um e-mail com a palavra REMOVER.

Normas para publicação

Contato: imprensa@energiaesaneamento.org.br

Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web