Boletim - Julho 2018

Fundação Energia e Saneamento

Memória


Exposição apresenta bastidores e preciosidades do acervo
histórico da Fundação Energia e Saneamento


No dia 14 de agosto, o Museu da Energia de São Paulo inaugura a sua nova mostra temporária, "Onde os arquivos despertam". A exposição apresenta uma pequena fração do gigantesco acervo da Fundação Energia e Saneamento, instituição mantenedora do museu. Além de reunir fotografias e outros documentos curiosos, a exposição revela os bastidores do dia a dia em um arquivo, convidando o público a conhecer o ambiente de trabalho de um acervo histórico, seus profissionais e as práticas de tratamento e cuidado com os documentos.

A mostra também reúne parte da rica diversidade dos documentos guardados pela Fundação: mapas, fotos, arquivos textuais e audiovisuais, produzidos desde o ano de 1896 até o final do século XX. Tais documentos permitem a compreensão das mudanças ocorridas na economia e na sociedade brasileiras ao longo do século XX. A mostra temporária permanece no museu até 13 de outubro.

Além da mostra, haverá a realização de um ciclo de palestras com o tema "Arquivos, Museus e Bibliotecas". No dia 25 de agosto, às 11 horas, Marcia Pazin, Doutora e Mestre em História Social pela USP e docente do curso de Arquivologia da Unesp (Campus Marília), realiza uma palestra sobre memória institucional a partir da sua experiência no acervo da Fundação Energia e Saneamento. No mesmo dia, às 15 horas, Marilúcia Bottallo, museóloga especializada em Gestão de Informações e em Gestão institucional e diretora técnica do Instituto de Arte Contemporânea (IAC), compartilha sua vivência na área de documentação, conservação e extroversão de arquivos no setor das artes.


Rede Museu da Energia


Bloco Ilú Obá De Min realiza
ensaio aberto no
Museu da Energia de SP


Neste sábado (28/7), o Museu da Energia de São Paulo receberá uma atração especial: o bloco afro Ilú Obá De Min. O grupo de percussionistas mulheres realiza um ensaio aberto nos jardins do museu, das 13 às 15 horas.

Fundado em 2004, o grupo promove e divulga a cultura negra no Brasil, e tem como objetivo principal o fortalecimento e empoderamento das mulheres na sociedade. O bloco é parceiro do Museu da Energia e a sede do projeto Ilú Obá de Min localiza-se próxima ao museu, no Centro (Rua Anhaia, 37, Bom Retiro, São Paulo - SP).




Grupo que reúne percussionistas realiza ensaio aberto no dia 28/7

Espaço das Águas


TV Diário exibe trilha pelo
reservatório de água da
Usina de Salesópolis


Nesta terça-feira (24/7), a "Trilha da Fenda", passeio ofertado pelo Museu da Energia que percorre o reservatório de água da Usina de Salesópolis, foi destaque no "Diário TV", jornal da TV Diário, afiliada da Rede Globo na região de Mogi das Cruzes e Suzano. Confira a reportagem aqui.

A atividade propõe uma caminhada que inclui passagem por uma fenda natural entre rochas, e que oferece uma vista privilegiada da Cachoeira dos Freires, maior queda d'água do Rio Tietê. Além de proporcionar uma experiência em meio a natureza do local, o passeio objetiva destacar a importância do rio e de sua preservação para o ecossistema. Grupos de visitantes podem agendar o passeio pelo telefone 11 4696 1332.




Notícias


Projeto do Museu da Energia
de Salesópolis é destaque no
Encontro Paulista de Museus

Na última sexta-feira (20/7), a equipe do Museu da Energia de Salesópolis apresentou o seu projeto de observação de aves no 10ª Encontro Paulista de Museus, realizado no Memorial da América Latina, em São Paulo. Organizado pelo Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), o encontro é considerado o maior evento do campo museal paulista.

O foi apresentado pelo educador Fernando Maia, com a colaboração do fotógrafo Elvis Japão, parceiro da unidade e membro-fundador do COA - Clube de Observadores de Aves de Salesópolis e Região. Já foram observadas e catalogadas 300 espécies de aves nas áreas de mata do museu.




Educador Fernando Maia apresentou projeto de observação de aves


Educadora realiza visita
guiada em libras
ao público surdo

No dia 4 de agosto (sábado), o Museu da Energia de São Paulo oferece, às 11 e às 14 horas, visita guiada em libras com a educadora surda Priscila Souza. A ação acontecerá todo primeiro sábado de mês ao longo de 2018. Além da visita guiada, o museu possui vídeo em libras, disponibilizado em seu site e em dispositivo tablet com a função de mediar as exposições do espaço e proporcionar autonomia aos surdos.

Tanto o vídeo em libras quanto a visita guiada pela educadora exploram informações sobre a história e arquitetura do casarão oitocentista que abriga o Museu da Energia, nos Campos Elíseos, a memória do bairro, e a mediação dos conteúdos apresentados na exposição de longa duração "Tempos de Energia: São Paulo em transformação".




Educadora Priscila Sousa conduz visita guiada em libras ao público surdo


Corpo Editorial: 
Isabel Felix e Mariana de Andrade
Apoio à pesquisa: Maria Fernanda Freitas
Webdesign: Fernando de Sousa Lima
Copyright © 2018 Fundação Energia e Saneamento. Todos os direitos reservados.
As imagens sem identificação pertencem ao acervo da Fundação Energia e Saneamento.


Política Anti-SPAM: Em respeito a você, caso não queira mais receber nossas Mensagens
Eletrônicas clique aqui  e envie um e-mail com a palavra REMOVER.

Contato: imprensa@energiaesaneamento.org.br



Rede Museu da Energia
Espaço das Águas


@energiaesaeamento










This email was sent to *|EMAIL|*
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
*|LIST:ADDRESSLINE|*

*|REWARDS|*
Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web