Boletim - Dezembro 2014

Boletim

Memória

Iluminação pública no interior de São Paulo: a experiência ituana

"Quem, à noite, percorrer suas ruas, admirando suas praças, onde há luz em abundância, [...] não poderá fazer uma ideia do que era a iluminação da antiga vila ituana, há cem ou mais anos". A frase acima, escrita em 1928 pelo jornalista Franciso Nardy Filho, indica como a implantação da iluminação pública foi recebida com entusiasmo pelos ituanos. Percebida como sinal de progresso, o novo serviço transformou o cotidiano dos moradores de Itu. E é a partir de crônicas, objetos da época, mapas, jornais e fotografias referentes à implantação da iluminação pública naquela cidade que o Museu da Energia de Itu acaba de inaugurar a exposição inédita "Os ituanos e a chegada da luz".




Jardim Público de Itu em 1929, atual Praça Padre Miguel, onde se observam os postes já iluminados por energia elétrica


A exposição apresenta a evolução do sistema de iluminação em Itu desde os seus primórdios, quando as ruas ainda eram iluminadas por postes a querosene, e revela, ainda, alguns fatos curiosos, como a figura do "homem vagalume", responsável por acender os lampiões públicos; o ambiente das festas de interior iluminadas por mortiças e candeias e a primeira tentativa de iluminação elétrica na cidade, realizada a partir de uma máquina a vapor em 1904. A mostra também busca revelar quais impressões a implantação do sistema causou nos ituanos, baseando-se no registro em crônicas e notícias nos antigos jornais locais do início do século passado.

Produzida com base no acervo da Fundação Energia e Saneamento e do Museu Republicano Convenção de Itu, "Os ituanos e a chegada da luz" tem entrada gratuita e seguirá aberta por tempo indeterminado, de terça-feira a sábado, das 10 às 17 horas.
 



A mostra também marca as comemorações do aniversário de 15 anos
do Museu da Energia de Itu, completados no último dia 14



Público pode conferir reprodução de jornais da época da implantação da iluminação elétrica na cidade, entre eles o Cidade de Ytú



Inauguração da mostra, no último domingo (14), contou com performance
da atriz Liliane Navarro, interpretando Dona Ignácia Corrêa Pacheco,
antiga proprietária do sobrado do Museu da Energia



Exposição destaca história da Companhia Ytuana de Força e Luz, primeira
empresa a comercializar energia na cidade, fundada em 1903

Rede Museu da Energia


Ação cultural "Museu da Energia de Portas Abertas" agita região da Luz


Como forma de celebrar o final de ano e envolver, cada vez mais, a comunidade e as instituições instaladas nos bairros dos Campos Elíseos e Bom Retiro, o Museu da Energia de São Paulo realizou, entre 16 e 18 de dezembro, a ação cultural "Museu da Energia de Portas Abertas". O evento ofereceu diversas atividades gratuitas e abertas ao público em geral, como apresentações de música e dança, exposições, grafite e oficinas.

No primeiro dia do evento, o público pôde participar de diversas oficinas. Pela manhã, o destaque foi a de plantio de mudas, que ensinou crianças a elaborar uma horta urbana de temperos a partir de garrafas PET. À tarde, quem passou pelo local conferiu a oficina de capoeira promovida pela Casa da Solidariedade.

A cultura coreana tomou conta do segundo dia da ação cultural, com as apresentações do Coral Coreano do Bom Retiro e das crianças do Colégio Polilogos, instituição mantida pela ABEC - Associação Brasileira de Educação Coreana.

Para fechar a programação, no dia 18, artistas e convidados do projeto Casa Rodante realizaram uma intervenção de grafite e lambe-lambes nos muros do Museu da Energia. A ação foi promovida simultaneamente ao sarau organizado por integrantes do programa De Braços Abertos, realizado junto aos dependentes químicos da região da Cracolândia.




No primeiro dia do evento, crianças puderam participar de oficina
de plantio de mudas



Realizado pela Casa Rodante em parceria com diversos coletivos de arte, intervenção do muro do Museu da Energia fechou o evento de final de ano



Oficina e roda de capoeira foi promovida pela Casa da Solidariedade



Além da apresentação do Coral Coreano do Bom Retiro, o segundo dia da ação
teve a participação de estudantes do colégio Polilogos, com danças
folclóricas coreanas

Espaço das Águas


Fundação Energia
e Saneamento intensifica trabalho no acervo histórico
da Sabesp


Em 2014, a Fundação Energia e Saneamento completou dez anos de incorporação da temática do saneamento à sua missão. Para celebrar este marco, a instituição promoveu, ao longo do ano, a itinerância de exposições e o lançamento de novos produtos voltados à memória do setor e ao uso consciente dos recursos hídricos. Além disso, teve destaque em 2014 o trabalho de organização e tratamento arquivístico realizado no acervo histórico da Sabesp.

Durante todo o ano, uma equipe de profissionais da Fundação Energia e Saneamento trabalhou na organização de mais de 400 fotografias da primeira metade do século 20, referentes à implantação da infraestrutura sanitária em São Paulo; na digitalização de mais de 4.500 imagens; na atualização e conferência de dados de milhares de documentos textuais e iconográficos e no tratamento digital de fotos.

O acervo da Sabesp localiza-se no "Espaço das Águas", edificação histórica da companhia onde foi instalada a primeira Estação Elevatória de Esgotos da Capital, em 1896. O prédio abrigará o futuro "Museu do Saneamento", projeto da Fundação em fase de captação de recursos.




Em 2014, equipe trabalhou na organização de documentação textual
e iconográfica da primeira metade do século 20

Notícias

Parque Caminhos do Mar completa um ano e ultrapassa marca de 22 mil visitantes

Neste mês de dezembro, o Parque Caminhos do Mar, equipamento turístico gerenciado pela Fundação Energia e Saneamento no trecho de serra da Estrada Velha de Santos, completa um ano de reabertura com a marca de 22 mil visitantes atendidos. Inaugurado em 2004, o projeto deixou de operar entre 2011 e 2012 em razão de deslizamentos ocorridos nas encostas da Serra do Mar, voltando a funcionar em 15 de dezembro do ano passado.

Nesta nova fase, o empreendimento recebeu alguns melhoramentos em sua infraestrutura, como o recém-inaugurado Centro de Apoio ao Visitante, espaço na entrada do Parque para melhor recepção do público; a implantação do passeio de jardineira, veículo de transporte de passageiros adaptado que leva os visitantes a dois atrativos, a Casa de Visitas do Alto da Serra e o Pouso de Paranapiacaba; e a instalação de placas de sinalização em todo o percurso, informando os quilômetros percorridos na Estrada Velha e o tempo estimado para o término do passeio.

Em 2014, houve ainda a efetivação de parceria com a AMA - Associação de Monitores Ambientais de Paranapiacaba, como destaca a gestora do Caminhos do Mar, Lucia Silveira. "Com essa parceria, realizamos a inclusão social de pessoas que moram na zona tampão ou de amortecimento da Unidade de Conservação (regiões vizinhas), além de podermos trabalhar por demanda, propiciando a otimização de recursos financeiros do projeto", explica.

Informações sobre o projeto no site www.caminhosdomar.org.br.



Em um ano de operação, o Parque Caminhos do Mar recebeu
mais de 22 mil visitantes



Além da atividade "Trilha na Fenda", visitantes podem agendar descida
de rapel na Cachoeira dos Freires

"Trilha da Fenda" é nova atração do Museu da Energia de Salesópolis em janeiro

Em recesso a partir da próxima terça-feira, 23 de dezembro, o Museu da Energia de Salesópolis retoma suas atividades no dia 2 de janeiro com uma ação especial de férias, a "Trilha da Fenda". O novo roteiro propõe uma caminhada até o reservatório da centenária usina hidrelétrica de Salesópolis, passando por uma fenda natural entre rochas com o auxílio de uma corda.

Em virtude do alto grau de dificuldade, pelas subidas e o solo escorregadio, a atividade é voltada ao público com bom preparo físico e tem duração de 45 minutos.
Para participar, os interessados devem entrar em
contato pelo telefone (11) 991150020 ou e-mail salesopolis@museudaenergia.org.br, pois o roteiro é realizado mediante agendamento (mínimo de cinco participantes e máximo de 15).

Seja um Patrocinador


Fundação inicia captação de recursos para projetos de 2015


Seja um patrocinador da Fundação Energia e Saneamento, por meio de investimento em projeto aprovado pelo Ministério da Cultura (MinC), que permite abatimento no imposto de renda através da Lei Rouanet. Confira abaixo alguns dos projetos que estarão em fase de captação de recursos em 2015:



Imagens Raul de Almeida Prado

Exposição apresenta imagens inéditas do fotógrafo amador Raul de Almeida Prado (1896 - 1945). Produtor de café em São Paulo e um entusiasta da fotografia, Almeida Prado registrou o cotidiano de São Paulo e Rio de Janeiro no início do século 20.

Urbe SP - ontem e hoje

Livro fotográfico que apresenta a cidade sob dois momentos distintos: a Capital do início do século 20 captada pelas lentes de Guilherme Gaensly e Hugo Zanella e a metrópole atual, sob o olhar particular do premiado fotógrafo Tuca Reinés.

Águas Urbanas - entre o belo e o salubre: ideias e projetos do engenheiro Saturnino de Brito (1864-1929)

Realizado em dois formatos (publicação e exposição), o projeto abordará a trajetória profissional de Saturnino de Brito, destacando seus principais trabalhos, suas ideias em relação às cidades e soluções inovadoras que fizeram dele o pai da engenharia sanitária brasileira e um pioneiro do urbanismo moderno no Brasil.

Rio Tietê

Exposição revela o Rio Tietê, adormecido em sua agonia solitária, pelo olhar do traço poético e profundo sentido social do artista Elifas Andreato, levantando as seguintes questões: o que restou do Tietê da pesca, dos nadadores e das grandes disputas náuticas? É possível redescobrir sua importância e encantos?

Confira no site da Fundação a lista completa dos projetos de 2015.






Estação Elevatória de Esgotos Tomé de Souza, projetada por Saturnino de Brito. Santos, 1912



Praça Ramos de Azevedo em São Paulo, 1925. Ao fundo, o Theatro Municipal. Foto de Raul Almeida de Prado

Corpo Editorial:  Isabel Felix, Mariana de Andrade e Miguel Zioli
Apoio à pesquisa: Bianca Grazini Dela Coleta e Karoline Gomes Martinelle
Webdesign: Fernando de Sousa Lima
Copyright © 2014 Fundação Energia e Saneamento. Todos os direitos reservados.
As imagens sem identificação pertencem ao acervo da Fundação Energia e Saneamento.


Política Anti-SPAM: Em respeito a você, caso não queira mais receber nossas Mensagens
Eletrônicas clique aqui  e envie um e-mail com a palavra REMOVER.

Contato: imprensa@energiaesaneamento.org.br



Rede Museu da Energia
Espaço das águas


Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web