Boletim - Junho 2014

Fundação Energia e Saneamento

Memória

A popularização do futebol pelos clubes de fábrica

Em 14 de abril de 1895, em um descampado da Várzea do Carmo, região central de São Paulo, ocorreu o pontapé inicial da prática desportiva que é, hoje, a maior paixão nacional: o futebol. O primeiro jogo realizado no Brasil reuniu os funcionários da Sao Paulo Gas Company, empresa responsável pela iluminação pública a gás na cidade, contra os trabalhadores da Sao Paulo Railway Company, primeira ferrovia do Estado. O promotor da partida inédita era um dos jogadores do time ferroviário, vencedor naquele dia por 4 a 2: Charles Miller, hoje considerado o pai do futebol no Brasil.

Introduzido em São Paulo no final do século 19, o futebol era, de início, um esporte praticado apenas pela elite e pela colônia inglesa. No entanto, sua popularização não tardaria a acontecer, com o surgimento dos times de várzea e das associações desportivas que reuniam os operários das fábricas. Foi por meio destas duas vias que, no decorrer das primeiras décadas do século 20, o futebol ganhou força para se profissionalizar no Brasil.




Time da Sao Paulo Gas Company na década de 1930. Funcionários da Companhia de Gás participaram do primeiro jogo de futebol realizado no Brasil, em 1895

A primeira partida noturna no mundo

Como outras empresas de origem britânica, a Light, companhia responsável pela implantação de energia elétrica em São Paulo, incentivou a prática do futebol entre seus funcionários desde o início de seu estabelecimento na Capital, em 1900. Em 1903, as medalhas usadas na consagração dos bicampeões da Liga Paulista de Futebol, criada dois anos antes, foram ofertadas pela diretoria da Light, trazidas de Londres.

Outro mérito da empresa foi ter organizado o primeiro jogo noturno no mundo - e iluminado por luz elétrica. A partida aconteceu em 24 de junho de 1923 em um campo da Light na Rua do Glicério, no Cambuci, entre as equipes da Sociedade Esportiva Linhas & Cabos, composta por empregados da companhia, e da Associação Atlética República, time paulistano. Após as dificuldades de se enxergar a bola neste jogo - até então a pelota era marrom, de couro natural -, teve-se a ideia de pintar a bola de branco para a disputa seguinte.




Jogo entre os solteiros e casados de um departamento da Light, em janeiro de 1938. A maior parte dos trabalhadores associados aos clubes de fábrica jogava por diversão e eram chamados de "peladeiros"



Time de futebol da Sociedade Esportiva Linhas & Cabos, da Light, em 1915. Sentado atrás da bola, Severino Gragnani, idealizador do primeiro campo iluminado no Brasil



Jogadores da Companhia de Gás de São Paulo, em campo na Mooca. Década de 1940



Jogadores da Companhia de Gás de São Paulo, em campo na Mooca.
Década de 1940





Desenho da camisa do time de futebol da Associação Atlética Light & Power, criada em 1930, com o objetivo de reunir em uma só bandeira os diversos grêmios desportivos espalhados pelos departamentos da empresa

Rede Museu da Energia

Projeto "Museu da Energia
Futebol Clube" agita Rede
durante a Copa do Mundo

Durante os meses de junho e julho, a Rede Museu da Energia promove uma programação especial que celebra a realização da Copa do Mundo no Brasil. As atividades do projeto "Museu da Energia Futebol Clube" contemplam exposições, jogos, exibição de filmes e atividades educativas.

Até o final do torneio mundial, o Museu da Energia de Itu realiza a mostra "Nas Ondas da Copa", que oferece ambiente temático com painéis, objetos, brincadeiras e uma seleção de áudios de jogos e músicas temas das Copas ganhas pela seleção brasileira de futebol.

Na unidade de Salesópolis, entre 1 e 31 de julho, os visitantes poderão participar da ação educativa "Copa da Energia". Por meio de uma brincadeira de chutes a gol, os jogadores conhecerão quais são as matrizes energéticas de alguns dos países que participam da Copa do Mundo 2014.

Em São Paulo, o Museu da Energia promoverá até o dia 18 de julho, jogos de futebol de botão e a exibição de filmes e curtas que exploram a temática do futebol. Entre eles, haverá o clássico de 1982 "Fuga para a Vitória", estrelado por Sylvester Stallone e craques do futebol da época como Pelé e o inglês Bobby Moore.



Em Itu, público poderá conferir a mostra "Nas Ondas da Copa"

Espaço das Águas

Museus da Energia promovem
concurso de fotografias sobre
uso consciente da água

Como alerta aos recentes problemas de abastecimento de água no Estado, os Museus da Energia de Itu e de Salesópolis promovem o concurso cultural de fotografia "Água: retratos de uma nova consciência". Aberto a fotógrafos profissionais e amadores, o concurso faz parte de uma série de projetos da Fundação Energia e Saneamento, instituição mantenedora dos museus.

Para participar é necessário ter mais de 10 anos de idade e enviar até três fotos retratando ações de incentivo ao uso consciente e responsável dos recursos hídricos, como também atividades que estão sendo realizadas para minimizar os efeitos da estiagem no Estado. As imagens podem ser enviadas de 14 de junho a 14 de julho. As 40 fotografias escolhidas irão compor a mostra "Água: retratos de uma nova consciência", que será inaugurada, simultaneamente, na terça-feira, dia 22 de julho, nos Espaços das Águas dos Museus da Energia de Itu e Salesópolis.

Além de participar das exposições, os três primeiros colocados serão contemplados com os livros "Belle Époque na Garoa: São Paulo entre a tradição e a modernidade" e "Catullo Branco: o homem dos moinhos de vento", publicações da Fundação Energia e Saneamento.

O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados no site da Fundação:
www.energiaesaneamento.org.br.





Represa em Piracaia, no interior do Estado, atingida pela seca.
Foto de Laura Kurtzberg

Notícias

Projeto "Arte no Beco" terá
mais uma edição no dia
6 de julho

Em sua 3ª Edição, o projeto "Arte no Beco", que será realizado no dia 6 de Julho, das 12 às 16 horas, traz para o Becão (Passeio Público Marcos Steiner Netto, ao lado do Museu da Energia de Itu) atividades como dança, música, fotografia, grafite, teatro, oficinas de arte, entre outras ações culturais.

Na ocasião, o Museu da Energia de Itu estará aberto ao público com as mostras "Nas Ondas da Copa", "História, Energia e Cotidiano" e "Água Virtual".

Com entrada gratuita, o Projeto "Arte no Beco" tem por objetivo consolidar esse espaço como um ponto de encontro com a arte para todas as faixas etárias e sensibilizar os transeuntes sobre a importância de sua preservação.

Confira a programação completa do evento aqui.



Centro histórico de Itu será ocupado por atividades culturais e educativas.
Foto de Fernanda Morais

Fundação Energia e
Saneamento inaugura
exposição "Porecatu -
histórias no Paranapanema"

Berço da indústria sucroalcooleira do Paraná, Porecatu, cidade que também abriga uma das maiores usinas hidrelétricas do país, a UH Capivara, é tema do mais novo projeto realizado pela Fundação Energia e Saneamento: a mostra "Porecatu - histórias no Paranapanema". A inauguração da exposição, no dia 17 de julho, marca a abertura oficial da Casa de Cultura, no centro de Porecatu.

Dividida em quatro ambientes, a mostra revela diferentes aspectos do município banhado pelo rio Paranapanema: na sala Porecatu: uma história, o visitante é apresentado aos primórdios da colonização na região, aos conflitos fundiários que resultaram em sua formação e à cultura de cana-de-açúcar; em Cultura de Porecatu, é possível conhecer a importância dos festejos locais; Fauna e Flora dá destaque aos recursos naturais da região; por último, a sala Água e Força aborda o processo de geração de energia hidrelétrica bem como a história da UH Capivara.

Além da exposição, a Fundação foi a responsável pela concepção do ambiente da nova Casa de Cultura, que também inclui um espaço para oficinas e projeções e uma reserva técnica. O projeto é patrocinado pela Duke Energy.



Exposição revela história, cultura, recursos naturais e hidroenergéticos da cidade
de Porecatu, no Paraná

"Água virtual" inspira
atividades no Dia Mundial
do Meio Ambiente

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), a Rede Museu da Energia promoveu, de 3 a 8 de junho, uma programação especial baseada na temática "água virtual", conceito que explica a quantidade de água gasta para produzir um determinado produto, desde o cultivo de sua matéria prima até o processo industrial.

No Museu da Energia de Salesópolis, o público pôde participar da ação educativa "Consumo Virtual", jogo que revelou aos visitantes o volume de água utilizado na confecção de diversos bens de consumo. Na unidade de Itu, houve a abertura da mostra "Água virtual", composta de painéis que apresentam um panorama sobre o conceito.
.




No Museu da Energia de Salesópolis, o público pôde participar da ação educativa "Consumo Virtual". Foto de Caio Mattos.

Corpo Editorial:   Carolina Campos, Glaucy Celestino da Silva, Isabel Felix, Maíra Scarello, Mariana de Andrade e Miguel Zioli
Webdesign: Fernando de Sousa Lima
Copyright © 2014 Fundação Energia e Saneamento. Todos os direitos reservados.
As imagens sem identificação pertencem ao acervo da Fundação Energia e Saneamento.


Política Anti-SPAM: Em respeito a você, caso não queira mais receber nossas Mensagens
Eletrônicas clique aqui  e envie um e-mail com a palavra REMOVER.

Contato: imprensa@energiaesaneamento.org.br



Rede Museu da Energia
Espaço das águas




Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web